segunda-feira, 29 de março de 2010

Após o luar












Vejo o luar,
E começo a salivar.
Pois lembro do que vou sentir,
Ao de novo poder te beijar.

Nos pequenos lábios,
Minha língua vai escorregar.
E vou querer penetrar,
Noutro gostoso lugar.

Mas enquanto o momento não chegar,
Fico apenas aqui a meditar.
Penso no que vou cheirar,
Assim que a Lua sozinho me deixar.


26 comentários:

Felina Mulher disse...

Uau!Adorei!!!Sensualidade à flor da pele....E a imagem?...Perfeita!

Beijinhos.

Everson Russo disse...

Luar, sentidos, sabores, sempre aquela expectativa de uma madrugada cheia de sonhos e delirios...abraços amigo e uma otima terça pra ti.

Majoli disse...

Ulálá....Que ÊXTASE...
Você demora um pouquinho pra postar, mas quando vens, vem com tudo, tirando a gente do sério.

A M E I.

Beijos.

Fern. disse...

É um luar que promete...

Tatinha disse...

Menino, aqui etá fazendo um luar dignos de casal de namorados.
A lua está linda!
bacios

Daniela Figueiredo disse...

Essa lua, desperta a nossa imaginação! Beijos, Blue!

Nany C. disse...

"Mas enquanto o momento não chegar,
Fico apenas aqui a meditar.
Penso no que vou cheirar,
Assim que a Lua sozinho me deixar..."

Hoje à noite, não tem luar... Aqui não. Mas a Dama da Noite* já abriu seu sorriso... Em algum lugar, ela sempre espera a solidão da noite para sorrir...

Beijos no teu coração Blue!
(*epiphyllum oxypetalum)

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Boa Noite, meu querido Blue! Só você!!! Amei!
Beijos**************
**********

LÉVI IBN MAR SHAUL (Século XI)

ENCANTAVAS-ME, IRMÃ,...

Encantavas-me, irmã, voltada, em sentinela,
A Damasco! No olhar as aguilhoadelas...
Na boca a rubra fita[1]... E que langue era ela,
Ó minh’alma! Eu gritava: - E quem é a donzela,
Que se apruma, surgindo igual à aurora bela?[2]

– Separei-me e parti, e sem estar pintada
Nos meus olhos azuis... Outrora, desvairada,
Eu corria, eu voava, assim que era chamada
Pelo leão; cedia a quem tinha morada
No peito, qual madeira em carvão transformada!
Eu descia ao jardim das nogueiras, alada,[3]
Para pôr, junto ao rio, às plantas a mirada...

Se eu Te escondia a graça, estando no terraço,
Era para que não me vissem o regaço!
Nas mirtas frescas, Ele escondeu os Seus passos:
Sendo todo avidez e entregue ao Seu querer,
Se a vinha floresceu, anseia Ele por ver

E se da romãzeira os botões vão nascer![4]

Tradução cometida pela Renata.

NOTAS


[1] Cântico dos Cânticos, 4, 3.
[2] Ibidem, 6, 10.
[3] Ibidem, 6, 11.
[4] Ibidem, 7, 13.

+ Beijos
Durma Bem!

Everson Russo disse...

Um forte e fraterno abraço pra te desejar bom dia...

paula barros disse...

Mudou a cor do blog? Pergunto porque meu computador já me pregou alguma pegadinha quanto a mudar a cor dos blogs amigos.

A sensualidade aflorada pela lua. A lua a envolver o gosto bom de desejo.

beijo

Everson Russo disse...

Tá bom,,,se tem essa invencibilidade toda, essa potencia,,,espera mais um pouquinho que o brasileirão ta chegando e nós vamos visitar voces...rs..rs...rs...dai acaba toda essa folia...rs...rs....rs...abraços amigo e um belo dia pra ti.

Felina Mulher disse...

Olá....toc..toc...alguém por aí?

Passei pra te deixar meu beijinho.

Giane disse...

Poemas cada vez mais azuis e cada vez menos sutis...
Sempre mais e mais lindos...

Beijos mil, Menino!!!

**£ú® disse...

A lua é a madrinha dos namorados... e dos enamorados... amei !!!...já tem coelhinho da Páscoa no meu Blog... e post novo... vá buscar seus ovinhos... bj... **£ú®

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, meu Blue querido!
Nunca, jamais serás só.

*Surdo murmúrio do rio,

a deslizar, pausado, na planura.

Mensageiro moroso

dum recado comprido,

di-lo sem pressa ao alarmado ouvido

dos salgueirais:

a neve derreteu

nos píncaros da serra;

o gado berra

dentro dos currais,

a lembrar aos zagais

o fim do cativeiro;

anda no ar um perfumado cheiro

a terra revolvida;

o vento emudeceu;

o sol desceu;

a primavera vai chegar, florida*


Anunciação
Miguel Torga

E eu sou uma simples flor deste jardim. Mas se aceitares a minha companhia, não te deixarei só.
Beijos,

Everson Russo disse...

Uma excelente Pascoa pra ti amigo,,,otimo feriado e muita paz no coração,,,,abraços fraternos....


viu ontem né? quanto menos inventa, mais da certo,,,,pena o seu Gremio não estar nessa Libertadores pra gente dar uma c hegadinha ai no Olimpico...rs..rs..e quebrar o tal tabu.....

Everson Russo disse...

Uma otima Pascoa pra ti e familia amigo,,,e um otimo feriado tambem.....abraços fraternos de paz.


vio ontem né? quanto menos meche, mais da certo,,,praticamente classificados, pena seu Gremio nao estar na Libertadores pra gente dar uma chegadinha no Olimpico e quebrar a tal invencibilidade, mas o brasileiro ta chegando....rs..rs..

Everson Russo disse...

Uma otima Pascoa pra ti e familia amigo,,,e um otimo feriado tambem.....abraços fraternos de paz.


vio ontem né? quanto menos meche, mais da certo,,,praticamente classificados, pena seu Gremio nao estar na Libertadores pra gente dar uma chegadinha no Olimpico e quebrar a tal invencibilidade, mas o brasileiro ta chegando....rs..rs..

Majoli disse...

Estou esperando sua resposta lá no meu blog, que fiz quando respondi ao teu comentário...curiosa e ansiosa por saber...rs.

Beijos meu querido.

**£ú® disse...

Acabei de postar COELHO E PÁSCOA...
uma forma divertida que Luiz Fernando Veríssimo encontrou para falar da Páscoa... vale a pena ler...Espero vc lá...acompanha uma chuva de ovinhos coloridos e coelhinhos simpáticos...
Uma Páscoa de muita paz prá vc...Bj...
**£ú®

Everson Russo disse...

Otima pascoa pra ti amigo poeta,,,,sempre na paz de Jesus....abraços fraternos.

Nany C. disse...

Um ótimo domingo de Páscoa pra ti Blue!!!

Beijos no coração!

Everson Russo disse...

Otimo sabado pra ti amigo poeta....forte abraço e muito chocolate por ai.

ONG ALERTA disse...

Feliz páscoa e paz no coração!!!!!!!!!!!

Everson Russo disse...

Forte abraço pra ti amigo poeta....um belo dia de paz...e andei vendo na tv,,,seu time é favoritissimo ao gauchão...beleza, tomara que de tudo azul,,lá e cá...rs..rs....

p.s. aceita o Wellington paulista pelo Jonas? rs..rs...

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, meu Blue!

Passa uma borboleta por diante de mim
E pela primeira vez no Universo eu reparo
Que as borboletas não têm cor nem movimento,
Assim como as flores não têm perfume nem cor.
A cor é que tem cor nas asas da borboleta,
No movimento da borboleta o movimento é que se move,
O perfume é que tem perfume no perfume da flor.
A borboleta é apenas borboleta
E a flor é apenas flor.

Alberto Caeiro

+ Beijos, querido!
Renata
Não vim cumprimentá-lo antes porque a gripe chata me pegou de novo (chuva ontem à noite).