sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Chamas

Chamas, verbo chamar,
Ou chamas de fogo,
Que vejo neste belo olhar?

De qualquer forma...

A grande chamada surpresa,
É a que inflama a alma e a paixão,
E será esta,
A chama do amor?

16 comentários:

Majoli disse...

Amei sua visita lá no Rabiscos, chegou na horinha em que eu repostava algo que você já tinha lido no ano de 2009, nossa achei o máximo isso.

Quanto a "Chamas", lindo...chama que inflama a alma e a paixão...penso ser a chama do amor sim.

Desejo que esteja amando e sendo amado.
Feliz 2011 pra você meu querido.
Beijos.

Paula Barros disse...

Agorinha vim de um blog que falava de colocar lenha na fogueira para manter o fogo aceso, e fazia um paralelo com o amor.

Chego aqui e tem a chama do amor. Que chama o fogo. Que arde de paixão.

abraço.

Um 2011 de muitas chamas e chamas.

Nany C. disse...

Nossa... aqui tá quentinho, quentinho...rsrs

Saudades de vir aqui...
saudades mesmo!

Beijos meus no teu coração, Blue!

olhar disse...

A chama do amor é mesmo a melhor que existe!

beijos em você,

Bia

Everson Russo disse...

Com certeza a chama do amor,,,que inflama peito e alma...abraços de bom dia pra ti amigo...


p.s. não entendi,,,quem tremeu com o nome do meu time? rs..rs..to meio afastado do futebol nesse periodo de contratações mediocres...rs..rs..a.braços.

olhar disse...

Gosto de sua presença lá em meu OLHAR...

beijos.

Everson Russo disse...

Bom dia amigo, eu fiquei sabendo mesmo, voces arrumaram um Cruzeiro pra aterrorizar o Gauchão...rs..rs...provavelmente será o campeão por lá...rs..rs...nome tem,,,,rs,,rs,,,abraços de bom dia....

Paula Barros disse...

Oi, Amigo, tudo bem?
Entrei olhando a hortênsia do seu blog e me lembrei das muitas hortênsias que vi em Gramado, estradas forradas delas.

um abraço.

Thais Lopes disse...

linda poesia...
a Chama de amar nasce do frescor do ar e da leveza do ar...
abços
obrigada pela visita.

Bia Monteiro disse...

Chama!
Inflama!
Olhar!
Amor!
Sincronismo perfeito!
Adorei o blog!
Bjos
=D

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a chama do amor que tanto pode ser surpresa para leveza ou dor

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta,,,que bela aula de Cruzeiros voce deu...rs..rs...não sabia que dentro do seu peito batia um coração azul celeste e estrelado...rs..rs...abraços de bom final de semana.

Ava disse...

Essa chama que inflama o coração da gente...
Ah! Se soubesses que estrago ela faz...rs
Nos deixa tão machucados, que é difícil a regeneração do solo novamente...


Um grande beijo!

Fern. disse...

A voz que clama o nome amado é a chama da paixão. Belo poema, amigo! Beijos!

Bia Monteiro disse...

Ah, o amor...
Sempre ele, neh...
Hehehe
Bjin
=D

Contextual disse...

O amor é chama, pena que não dura, não é pra sempre, não se refaz, não absorve o que tem de mais puro, não renasce em novos tons...
Ele simplesmente morre, a quando isso acontece, é brasa, pura e simples, não restando nem perfume, nem calor, nem nada...

Assim é o amor, os amores...

Luciana