quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Raspadinha



Assim,

Quando no início do trabalho estás,
Preciso perguntar:

Que devo fazer,
Além de ajudar,
A raspar?

Depois de pronta, limpa e cheirosa,
Tenho que confessar:
Caio de boca,
Para os teus lábios chupar!

E além de muito beijar,
Vou com meus dedos brincar,
Enquanto minha língua,
Passear pelos lábios vai,
E ao clitóris deslizar.

E após sentires,
As estrelas no céu brilharem,
E ao orgasmo chegar,
Chegou à hora com outra coisa te penetrar,
E naquele lugar quentinho me acabar,
Pois será minha vez de gozar!

9 comentários:

ONG ALERTA disse...

Inspirador poema, beijo Lisette.

Audrey Andrade disse...

Blue, sem palavras!

Muito bom! rsrsrs

Vanuza Pantaleão disse...

Uauauaua! Hot, very hot!
Blue começa azul, depois fica em brasa...
Obrigada pela visita, amigo!!!Bjssss

mARa disse...

Nesse instante as estrelas cintilam.

Texto caliente, viche!

Querido, é parece que não é muito bom decifrar, as vezes as sombras nas paredes madrugadas dizem mais, imaginamos apenas.

bjão!

Doce Essencia disse...

Ui...

Que pagina de tirar o folego...Blue!
Adorei ^>~
E venho pessoalmente agradecer o doce comentario em meu cantinho de leitura...espero que vc visite tbm o Jardim de Borboletas que expresso algumas idéias picantes.
Será um prazer.

Doces Beijos

Doce Essencia

Ava disse...

Delícia receber seu carinho...

Beijos!

SEX IS MY LIFE disse...

Delícia chupar uma bucetinha raspadinha!!!
Aprendi a gostar recentemente.... só gostava das peludas...

Fernanda disse...

Nossa...

Beijos!

Blue disse...

Fernanda:

Como faço pra chegar até você?

Beijo