sexta-feira, 3 de maio de 2013

Artesão


Seus seios,
Que me anseiam,
E firmes eles apontam,
Para um gostoso passeio.

São tudo,
São nada,
Fartos são,
Na língua e na mão.

Mas não quero vê-los excitados,
E na seda encarcerados,
Pois com vontade eu fico,
Só de pensar nos seus bicos.

E assim me vou,
Pensando neles com tesão,
E se ninguém ainda falou,
Vou lhe dizer que com eles na mão, serei um artesão.

13 comentários:

Paula Barros disse...

Um artesão que com as mãos fará
um belo e gostoso trabalho.
abraço

Thomas Albuquerque disse...

Eless nos encantam, muitas vezes são noso traveseiro, nossa maciez...São uma ( ops duas rsrs)das partes mais belas do corpo da mulher,e das mais desejosas de serem contempladas.

Fê Blue bird disse...

Um poema muito inspirado :)
beijinho e boa semana

Fê Blue bird disse...

E que artesão! :)

beijinho

ONG ALERTA disse...

Belo poema, um dia das mães iluminado beijo Lisette.

ONG ALERTA disse...

Lindo...
Beijo Lisette.

Doce Essencia disse...

Ai,ai

que saudades de você !

E assim,como artesão fico aqui desejando...

Doces Beijos

Doce Essencia

Doce Essencia disse...

Senhor de meus desejos,

Em resposta a tua preocupação.

Não fiques !

Jamais deixaria de tal paixão e desejo afastar-me de ti !

Doces Beijos

Doce Essência

ONG ALERTA disse...

Criando arte, beijo Lisette.

Fê Blue bird disse...

Quem escreve assim é decerto um artesão :)

beijinho

Thomas Albuquerque disse...

Os seios são pormenores perfeitos do corpo de uma mulher...nos dão paz, tranquilidade, afago, afeto..é uma dádiva.

ONG ALERTA disse...

Atrevessem alta....
Beijo Lisette.

allmylife disse...

adoreei =)