sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Saudades da terra


Sentimentos que falam alto,
Uma grande ponta de saudades,
Das coxilhas verdejantes,
E dos potreiros da minha terra.
Sinto-me enfim,
Estrangeiro em meu próprio país!


17 comentários:

Everson Russo disse...

Nossa, voce me fez pensar agora, "estrangeiro em meu proprio país", isso me passa um sentimento e uma saudade profunda, na expressão do poeta, jamais poderia ser menor essa saudade, essa vontade de voltar a pisar a terra de onde veio, interessante, voce me fez lembrar da minha cidadezinha, pequena aqui em Minas, onde nasci apenas,e com menos de um ano cheguei a Capital, voltei lá aos onze anos de idade, ou seja, 30 anos atras e nunca mais...chama se Manhuaçu...

p.s. mundando o rumo da canoa, pra não deixar o costume de lado e falar o pouco de bola, voce viu a declaração do tecnico do Goias, Helio dos Anjos, sobre um possivel ciume do elenco do time em relação ao atleta Fernandão, "sapecou ele a imprensa" , "ciumes de homem com homem é coisa de v...e eu não trabalho com homossexuais no meu time."...rs..rs..rs..é cada uma né, primeiro, depois teve que se retratar, e a emenda é pior que o soneto...rs..rs..rs..segundo, fechou qualquer porta daquele jogador do São Paulo, sabe qual né? de vestir a camisa do Goiar um dia...rs..rs..rs...forte abraço amigo poeta, tenha um belissimo final de semana...

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Para estarmos de bem conosco mesmos, a questão geográfica é secundária. Enquanto a inquietude persistir, ela nos acompanhará por toda parte. Livre disso já!
Não me precisa agradecer, é um gosto afagar a alma de um amigo.
Beijo, seja feliz!
Renata Maria

Nany C. disse...

Blue, não posso te dizer que sei como é essa dor mas, imagino que se há saudade é porque coisas boas estão marcadas na alma de onde nunca se apagam.
A saudade nos faz ir além da vontade e da imaginação. Ter um lugar no coração que nos faça sonhar é maravilhoso.
Que bom que sentes saudades. Muitos nem lembram da terra querida, da infância e dos amores e amigos!
Regozije sua alma com lembranças boas e se rolar uma lágrima é porque transborda felicidade!

Beijos no seu coração meu amigo!!
Beijos carinhoso!

Carmem disse...

Bateu saudade né?...rsrs
Venha!...Matar essa saudade!...

Beijo

Luna Sanchez disse...

Venha, moço. ^^

Beijos de sexta. Dois.

ℓυηα

Giane disse...

Saudade é um sentimento bonito e difícil de descrever.
Não chega a ser triste, nem alegre, nem excitante ou dolorido.
Mas é um sentimento que só na língua portuguesa tem um nome que lhe dá sentido...

Beijos mil!!!

FOTOS-SUSY disse...

OLA BLUE, LINDA FOTO E QUE BELO POEMA, ADOREI AMIGO!!!
BOM FIM DE SEMANA...
BEIJOS


SUSY

Déia disse...

Engraçado como as vezes estamos em algum lugar e nos sentimos mal, como se não pertencessemos aquele lugar!

E qdo estamos num lugar cheio de gente e nos sentimos extremamente sós!

Saudade é algo difícil de lidar, seja saudade de alguem, de algum lugar de alguma coisa....

Mas tem coisas que dá pra curar... pegue o carro, e de uma visitadinha naquele SEU lugar....planejando, tudo dá!

O que acha da ideia?

bj

Ava disse...

Essa saudade, Blue, sinto-a todos os dias...

Saudades da minha infância...

Da vida no campo... da natureza... dos engenhos, onde nos deliciavamos com a "puxa", quando meu avô tira o "ponto" do melado, para fazer a rapadura... das fábricas de polvilho e farinha de mandioca, das quitandas da vovó...

Meu querido... Tenho baús e mais baús de recordações...rs




Ah! E podes ter certeza que serei uma avó apaixonante... Que meus netos terão muitas e muitas histórias para ouvir...rs



Beijos e beijos e beijos!!!!

Bela disse...

Meu amigo, como eu conheço esse sentimento.

Também eu tenho saudades da minha terra. É uma aldeia rural (onde só passam vacas,burros, ovelhas...), era onde viviam os meus avós.
Mais importante ainda era onde eu fui muito feliz, na minha triste infância, era lá que me sentia criança.
Mas os meus avós faleceram e a casa foi vendida, e é um sofrimento atroz passar pelo portão e não entrar...
No entanto eu vivo lá nos meus sonhos e talvez um dia quem sabe eu tenha dinheiro para comprar aquela casa de novo.

Um beijo grande meu amigo

Erica Maria disse...

Mas como é bom sentir essa saudade né?

Bjos em teu coração e bom fim de semana :)

Faces de Mulher disse...

Sinto saudades de minha terra também...
Amo Minas Gerais...
Mas tenho uma grande ternura pela cidade que vivo Vila Velha...
Sua poesia trouxe-me gostosa nostalgia...
Lindo fim de semana!!!
Bjks...
Chrys
;)

Luciana P. disse...

Estilo country/gaúcho hoje, é...
Muito legal esse dinamismo seu.
Adoro surpresa, criatividade, isso faz a diferença, pode acreditar.
E quanto àquele nosso assunto, não concordo com você. Acho que você pode, sim, escrever sobre tudo, imaginação e competência você tem. Olha a prova aí...

Você é gaúcho, pe? Eu não sabia! De onde???

Beijos, meu querido amigo poeta!
Um lindo dia pra ti, apesar do cinza da paisagem.

Chá das Cinco disse...

Deve bater mesmo uma gostosa nostalgia,estamos onde o nosso coração está meu amigo.
As tuas raizes te acompanham,você é feito da cultura e das lembranças.
Bjs lindo

Kenia Chan disse...

estrangeiro em minha propria casa... eu...

Uma aprendiz disse...

Adoro sentir saudades!

beijos
bom fim de semana

Bia Maia disse...

"Sinto-me enfim,
Estrangeiro em meu próprio país!"

Isto pegou pesado aqui em meu coração, Blue...

Estou pensativa agora...e lhe desejo por hora um lindo final de semana...

beijos,

Biazinha...(pensando...)