terça-feira, 1 de setembro de 2009

Silêncio

Silêncio que machuca
Silêncio que entorpece os pensamentos
Silencia a alma da gente
Mas não silencia o amor.

E assim silenciosamente silencio
Até quem sabe um dia
A morte levar meu silêncio.

E este silêncio mortal
Será ensurdecedoramente silencioso
E aí sim será certamente
Um eterno e silencioso amor!

16 comentários:

Olavo disse...

O silêncio é complicado...eu o uso e muito...se vou ofender me calo..não gosto de dizer nada quando estou nervoso.
Abraços

Carmem disse...

Blue!...
Ao escrever teu poema de amor, na sombra do teu pensar, mesmo sem voz ao som do silêncio, continuará a falar a palavra AMOR...
Adorei teu "Silêncio"...

Beijo

Vivian disse...

...é da essência do amor,
ser silencioso.
quando não se apresenta assim,
pode contar que é conflito,
paixão, barulho e grito
no vazio.

sorry...rss
'fisolofei'...
viajei no poema...

bjbj

Palma da Mão disse...

Um chuacc gigante para silenciar este silêncio ensurdecedor das nossas almas...
beijinhos

Déia disse...

Que lindo!
Ficarei um minuto em silêncio!
bj

Majoli disse...

Blue, meu amigo, você está inspirado por demais, que poesia mais linda essa.

Amei!!!

Beijos.

Mariana disse...

É preciso permanecer no silèncio diante de tua inspiração.
Que bom ter descoberto teu blog.

paula barros disse...

Já escrevi sobre silêncio, vários tipos, já li muito, mas nunca li nada assim: "Um eterno e silencioso amor"

Vamos silenciar esse amor e silenciar esse barulhento silêncio escrevendo lindo poemas.

abraços

Luciana P. disse...

Oi, meu lindo...

Sua poesia de hoje tem tudo a ver com a realidade.
Veja:
"Silêncio que entorpece os pensamentos"

Esse silêncio, por vezes, é desolador, doloroso, e tudo o que gostaríamos é que esse silêncio fosse quebrado. Exatamente como diz a música também...

Talvez esse silêncio nos ensine, nos amadureça para o entendimento do porquê dessa falta de ...

Lindos versos, linda música, encaixou perfeitamente!

Beijos, querido!
Uma ótima noite pra vc!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Mas o silêncio e a solidão que o acompanha são companheiros que nunca nos traem. Os outros podem trair ou não há sempre a dúvida. E o silêncio faz um barulho tremendo. Falando sério. É próprio do amor, o silêncio, o entendimento pela troca de olhares. Tristão e Isolda, já antes de Wagner, em algumas versões do século XIII, se apaixonaram antes de tomarem o lovendric, por uma simples troca de olhares, em silêncio. E em silêncio, se fundiram no Cosmos, depois que morreram. Amor eterno. Silêncio.
Beijos,
Renata

Luna Sanchez disse...

Quando o silêncio me incomoda, e um nó na garganta também, resolvo os dois problemas de uma vez dando uns gritos...rs

De quebra, ainda ganho a alma leve. ;)

Dois beijos,

ℓυηα

Giane disse...

Como diz a música de Lulu Santos:

"Nós somos medo e desejo
Somos feitos de silêncio e som
Shhhhhhhh...
Tem certas coisas que não sei dizer..."

E o que não sei dizer, expressar, os Amigos de Belos Versos e Boas Palavras falam por mim.

Beijos mil!!!

PS - Querido Blue, colaboro em um site, mais exatamente no fotolog do mesmo e gostaria de ter sua autorização para publicar esse poema tão bonito por lá. Você também está convidado a contribuir com algo especialmente escrito.

Se quiser envie para o e-mail:
ghiane@cemiteriosp.com.br

Não se assuste, pois somos do Bem e do Amor até o fim.

Eis o link para Você dar uma olhada:http://fotolog.terra.com.br/cemiterio

Desde já, Agradecemos sua colaboração.

Simone Crisperfontana disse...

Faz-se nu o teu silencio
vestido de nenhum som
até o teu silencio
é mais intenso mesmo desnudo.

Fragmentos Intemporais disse...

Há silêncios que dizem mais que mil palavras...

Sim, por vezes um pedaço de silêncio sabe tão bem...

Dora disse...

O silêncio pode ser um sábio conselheiro. É no silêncio que se percebe muita coisa imperceptível em meio ao barulho.
Cheiro grande e bom dia.

Uma aprendiz disse...

Blue,

LINDOOOO DEMAIS.

Parabéns!

adorei.


beijo e bom dia