quinta-feira, 25 de junho de 2009

Confissão (Quintanares III)

Que esta minha paz e este meu amado silêncio,
Não iludam a ninguém.
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta,
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios.
Acho-me relativamente feliz.
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!
(Mário Quintana)
Obrigado poeta, por emprestar-me este poema.
É como me sinto, é como estou!

14 comentários:

paula barros disse...

Ahhhhhh!!! Não gosto de sentir os amigos assim não, e não poder fazer nada.

Não posso abraçar, nem brigar.
Não posso dá colo e cafuné, nem uns cascudos.
Não posso enxugar as lágrimas, nem chorar junto.
Não posso levar para passear, pegar pela mão. Ou até dá uns beliscões.
Não posso fazer cócegas, nem dá mordidas.
Não posso fazer nada, a não ser ficar escrevendo besteira aqui para dá trabalho para você ler.
E quem sabe sorrir, pensando, ela é doida mesmo.

Amigo, já que não está conseguindo escrever, pega emprestado, rouba, porque a gente lendo e comentando você não se sente tão assim, espero né.

um abraço do tamanho dessa distância que nos separa e um outro abraço do tamanho do carinho que já sinto por você.

Se cuida.

Everson Russo disse...

Belissimo poema,Mario Quintana é demais, o ser humano vive de seus conflitos, muitas vezes queremos muito nos expressar, mostrar nosso lamento com nossas linhas, desafiar a solidão em versos,outras queremos apenas ouvir o silencio, que muito nos fala,procuramos paz sempre e sempre estaremos tentando encontrar algo qeu ainda nao conhecemos, acho que nossos conflitos e terremotos internos serão eternos...sinta se bem amigo poeta, tudo um dia passa, não podemos deixar que a aflição e o choro nos impeçam de ver as estrelas, a lua, o sol e tudo que nos rodeia...forte abraço e uma noite de paz...

Everson Russo disse...

OOOpa ,esqueci de falar, voce viu que dia hoje? entro agora a noite na net e de cara vejo que faleceu a Farah Fawcett, musa dos anos 70 no seriado as panteras, abro o uol pra ler mais e vejo que tambem se foi o Michael Jackson, acho que essas passagens tem que nos fazer refletir que a vida é o toque de um segundo, na mesma estrada que se vem, se vai...forte abraço...

Sueli disse...

Puxa, acho que vou pedir emprestadas essas palavras também. Caiu-me como uma luva...rs. Gostei. Um abraço!

Everson Russo disse...

Meu bom amigo poeta, venho desejar um otimo final de semana pra ti, acho que a tristeza tem chegado do lado ce cá tambem...forte abraço e fé no caminho que ele é longo...

Palma da Mão disse...

Cada dia é o primeiro de cada noite, um apos o outro, um sorriso meu amigo:)
Beijinhos

Ariana disse...

Sueli e Blue, pois e não é que caiu-me como uma luva também...
Acho que estamos em sintonia nós três.
Talvez por isso a gente se dê tão bem.

E que venha o terromoto então...

Beijos, poeta!

Fabricante de Sonhos disse...

E é essa paz que todos queremos, emfim!

Bela escolha...

Tb adoro Mário Quintana!
Um grande poeta (assim como vc, dida-se de passagem!)

Tenha um ótimo final de semana, Blue!

Beijo meu...

Giane disse...

Por fora, sereno, puro silêncio.
Por dentro, retumbar de ondas revoltas, pulando de contentamento!

Que delícia!

Beijos mil!!!

Valdemir Reis disse...

Olá, bom te ver! Belissimo trabalho, encantado, maravilhoso, parabéns. Apresento o texto abaixo:
“Antes de falar, escute.
Antes de julgar, espere.
Antes de rezar, perdoe.
Antes de escrever, pense.
Antes de desistir, tente.
Na busca por mim, descobri a verdade.
Na busca pela verdade, descobri o amor.
Na busca pelo amor, descobri Deus.
E em Deus, tenho encontrado tudo.
Enquanto navegar pela vida
Não evite tempestades e águas bravias.
Apenas deixe-as passar.
Apenas navegue e continue.
Sempre se lembre:
mares calmos não fazem bons marinheiros.
O mais importante em qualquer jogo não é vencer,
mas participar.
Da mesma forma, o mais importante na vida não é o triunfo, mas o empenho.
O essencial não é ter vencido, mas ter lutado bem.” A. d.
Agradeço fortemente de coração a sua atenção e a sua gentileza. Deixo votos de uma semana repleta de muitas conquistas, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontraremos-nos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

Everson Russo disse...

Venho trazer um acorde de alegria, uma nota em escala de paz pra ti meu amigo poeta, que seu final de semana seja tranquilo na serenidade da poesia que te inspira...forte abraço.

Ava disse...

Uau!!

Moço mas eu vivo em cima de zona de terremotos..rs

Sempre sou assolada por eles!

É muito, sempre podemos levantar, socodir a poeira e dar a volta por cima!!!


Beijos avassaladores!

Dora disse...

Às vezes um terremoto pode ser benéfico do ponto de vista que pode mudar teu cenário. Espero que sejam mudanças bem-vindas, né?
Um cheiro grande, Mr. Blue. Nada de tristeza, hã??

Everson Russo disse...

Um otimo domingo a ti amigo poeta, e uma semana cercada de inspiração e paz na alma...forte abraço...