segunda-feira, 15 de junho de 2009

Pensamentos



Quanto tempo terei de esperar,
Para que alguma coisa aconteça,
Que mudar me faça,
Em meus pensamentos e no meu andar?

Os dias passam,
E vendo no espelho,
Vejo que os cabelos,
Estão a mudar...

Serão os longos anos a espera,
Pelo encontro do amor,
Que me fazem apenas pensar,
E em milagres confiar?

E assim vivo meus dias,
Na solidão que a saudade me trás,
E sempre com a esperança,
De que um dia você comece a me amar.

Será que então,
Novamente direi,
Como diferente estás...

20 comentários:

Ariana disse...

Lindo!
Muito lindo!
A passagem do tempo nas mãos de um poeta é bem mais bonito!

Beijos!

armanulhaq disse...

Hello,
comeing coxsbazar

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta, seu poema de hoje vi como um espelho, olhei e lá estou, eu penso assi, se é amor, não existe sofrimento, se não existe sofrimento a gente espera, e se o amor é verdadeiro, aquele que a gente busca e acredita, ele pode estar distante, em outra galaxia, mas voltará sim, eu tenho essa esperança guardada, mas enfim, o amor que a gente procura, idealiza e e espera nem devemos procurar decifrar, explicar, a gente deve sentir e esperar, no meu caso, não acredito que ele volto, entao nao era amor verdadeiro, e hoje busco construir coutro caminho e enfim o amor que comece a me amar, assim como disse voce no poema...forte abraço, e saiba, vir aqui é a certeza de sair com a alma leve, serena e acreditando....otima noite e uma terça de paz...

Avassaladora disse...

Caminhante..

Por quanto tempo teremos que andar e divagar para encontrar o amor?

Quanto tempo temos que esperar, na ilusão de que o amor vai chegar?

Ah, amigo... acho que vou me sentar a beira do caminho...



Beijos avassaladores!

Helô Müller disse...

Dirá sim, com toda a certeza !!
Os cabelos mudam, mas os sentimentos continuam os mesmos, né ? rs
Bonito isso ...
Beijos meus !!
Helô

Palma da Mão disse...

O esplendor do envelhecer, o tempo aguardará paciente por nós, assim nós o saibamos acolher em nosso leito...
Beijinhos e obrigada:)

P.S. Baldrocas perdidas...devaneios...incongruências...algo que não bate certo...

paula barros disse...

Estou quase fazendo uma aposta, eu você e Everson. Marcamos um dia e hora, e cada um só na sua cidade procurando o tal amor, em vez de esperar, esperar...rsrsr Topás? Montamos a estratégia de ação, e depois escreveremos como foi.

Ah, esse amor!
Que se enconde por umas bandas de num sei onde
Quando aparece alguém dizendo que aquilo é amor
A banda dentro do peito não toca
Quando toca a banda, o sino, o coração
A distância está tão longe que duvidamos até que é o amor

Blue Amor, que o seu tempo, e o de todos não seja tão demorado com relação ao amor. E que ele aparecendo os olhos vejam, o corpo sinta, e saiba logo decifrá-lo.

Mais um poema lindo. beijos

O Livro dos Dias disse...

Um forte abraço amigo e um dia de inspiração e paz...comentei esse poema ontem, não sei se voce ainda nao liberou ou se o comentario se perdeu, volto pra ver depois...

Avassaladora disse...

Blue, querido amigo..

Como é com essas palavras, quandos estamos assim...

As decepções doem tanto!

Mas sei que passa...

Não se preocupe...

Seu carinho já me enche o peito de alegria!


Beijos!

Gleiciane disse...

Olá! mto obrigada pelo comentário.
tenha uma linda quarta.

bjinhos!!

Everson Russo disse...

Uma excelente quarta feira pra voce amigo poeta, muita paz e muita poesia pra sua alma, e tem mais, que seu Gremio classifique hoje na Libertadores...forte abraço...

Princesa disse...

A sabedoria com as coisas da vida não consiste, ao que me parece, em saber o que é preciso fazer, mas em saber o que é preciso fazer antes e o que fazer depois. (Léon Tolstoi)

Um beijo

Dora disse...

Olá, Mr. Blue!
Quem sabe essa tua espera não seja a ponte de algo grandioso no futuro? A vida tem surpresas...
Um cheiro bem grande.

paula barros disse...

Blue

Passando para deixar beijos e abraços, e vamos viver, da melhor forma que podemos, sonhando muito enquanto o amor não vem.

beijos

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta, suponho que a agitação do futebol tenha lhe trazido boas horas ontem...rs..rs..seu Gremio passou, o Inter perdeu, não temos mais Palmeiras, e vamos tocando o barco...rs..rs...agora espero eu que meu Cruzeir siga hoje contra o São Paulo do bambi Bicharlyson...rs..rs...brincadeira, não tenho preconceito a essas coisas, só não entendo, mulher é tão bom e eles não gostam...rs..rs..rs...mas enfim, se o nosso treinador Prof.Pardal não inventar e colocar um time jogando no esquema 11-0-0 que nao entendo, jogar com dois laterais direitos sem função, cinco volantes, nunca vi tanto medo,dá pra passar, fora isso, acho que não, mas enfim, se o Cruzeiro passar teremos o esperado confronto...e vamos ver no que dá....forte abraço, e saudaçoes celestes, seja gaucha ou mineira...

rouxinol de Bernardim disse...

Há que elevar o astral.

Nada melhor que visualizar meu blog ele é um ombro amigo1

Everson Russo disse...

Voltei pro bate bola, realmente tinha me esquecido, o Pardal aqui é o Capitão America de voces, rs..rs..rs...mas sabe o que me desanima no futebol? a falta de beleza, eu tenho 41 anos e vi o Flamengo que tinha Andrade Adilio e Zico, isso que era futebeol, volante, meia direia e meia esquerda, dois pontas e um centro avante, hoje, voce só vê volantes, o Cruzeiro joga com 3 ou 4, isso pra mim é mais medo do que esquema de jogo, voce abre mão de ganhar, medo de perder, e claro, nao ganha, acho muito pouco provavel a classificação hoje, primeiro porque o treinador é fraco mesmo, e segundo vai ser aquele jogo de medo, até levar o gol, quando levar, sai destrambelhadamente, dai toma 4 ou 5, e olha, que o Sao Paulo tambem é retranqueiro, mas tem o Muricy que é um baita tecnico, dai a diferença, outro dia vendo a taça São Paulo de junior, vi o São Paulinho, mas é a copia, cheio de volantes...rs..rs...meu amigo, futebol arte acabou, é o que voce disse, hoje só dinheiro, não existe mais camisa, eu me lembro mais, quando eu tinha uns 10 ou 11 anos, tinha um album de figurinhas do campeonato brasileiro da epoca, e todos os jogadores de seleção vinham com um carimbo na figurinha escrito "pre-selecionado", se não me engando pra copa de 78 ou 82, e era dificil tirar essas figurinhas, hoje, sendo principalmente do RJ ou SP, qualquer zé mané veste a camisa da seleçao e é vendido a peso de ouro...rs..rs...por isso, eu torço assim, pro Cruzeiro, mas o Pardal ta me fazendo desistir tambem, torço contra o galinho daqui, e seleção brasileira so neutro, ganhou, bom, perdeu, bom tambem...rs..rs..rs..forte abraço, e vamos ver, seria legal um Cruzeiro e Gremio, e acredito até, mais facil pra voces..rs..rs..rs..mas acho dificil...forte abraço e otima tarde.

Princesa disse...

Não deixe a vida passar
Simplesmente pela tua janela.
Vá... participe,
Explora outros horizontes
Se acha que os atuais
Já não satisfazem
Ou comece agora
A fazer parte da história.
Amanhã pode ser tarde demais
Para começar qualquer coisa...
Pense Nisso!!!
um beijo e um bom dia amanhã

Lucia disse...

Cheguei até vc pelo blog do Everson. Sou nova no Blogger e tenho um fotoblog UOL faz muito tempo (http://lucia.rc2.nafoto.net).
Estou pensando em fazer uma série de postagens com textos escolhidos e enviados pelos amigos... pode ser de autoria própria ou não...se quiser participar, envie sua contribuição pera o meu e-mail...obrigada !!!... tenha um linda noite... **£ú®

Daniela Figueiredo disse...

É verdade, Blue. Nos apaixonamos pela fantasia. O tempo passa, as pessoas mudam, e se "perdemos o bonde", corremos o risco de, quando pegá-lo novamente, não tenhamos a mesma impressão que tínhamos sobre ele no momento em que necessitávamos pegá-lo. Beijos.