terça-feira, 14 de julho de 2009

Andar perdido

Não sei se ando na linha,
Pois meu andar é perdido.
Acabo indo e voltando sempre,
Mas querendo na verdade um sim,
Ouvir!

Muito penso em você,
Desde aquele nosso encontro.
Pois tenho andado na esperança do sonho,
Que é estar ao lado da bela mulher que quero cuidar,
E amar.

Onde estás meu amor,
Além de aqui dentro do meu coração?
Sei que nossa história ainda não terminou,
Antes tarde do que nunca nós vamos nos encontrar,
N’algum lugar!


CPM 22 - Antes Que Seja Tarde

11 comentários:

Sandra disse...

Muito lindo este poema amigo.
Antes tarde do que nunca. Por onde andás. Quanta saudade.
O amor nos inspira as mais diversas criações do coração.
Ah! esse amor!

Tem bolo e um coração cheio de amor para vc. em curiosa. Passe lá.
Te espero.
Sandra

Majoli disse...

Sua poesia é linda.

Te leio e vejo seu coração...tomara que você à encontre logo e em forma de poesia nos mostre muita alegria.

Beijos doces no seu coração.

paula barros disse...

Fico sempre desejando que você escute o sim tão esperado, que o amor possa ser correspondido, cúmplice e bem gostoso.

A cada dia aprecio mais e mais seus poemas.

beijos no coração.

Giane disse...

Esses seres que nos inspiram em insistem em não ficar conosco.
Como elementais nos sorriem, cantam e na hora de abraçar-nos...Se esvaem...

Ainda bem que fica o poema.

Beijos mil!!!

Bela disse...

Essa procura que tanta gente está vivendo ...
Sei que um dia você vai encontrar (se não encontrou) o verdadeiro amor.

Um grande beijo para você

Everson Russo disse...

Meu amigo, essa foi lá no fundo, lembro exatamente do ultimo dia, aquele do adeus, foi ao que remeteu me seu poema, ainda tinhamos historia pra contar, ainda tinhamos amor a dividir, mas o mundo quis assim, nós fizemos assim, se errado ou não, agora não dá mais pra saber, seu poema de hoje tambem me fez lembrar "Vento no Litoral" do Renato Russo, voce disse "...Onde esta meu amor,alem de aqui dentro do meu coração...", e ele disse, "...Aonde está voce agora alem de aqui dentro de mim...", mas no final, "...Lembra que o plano era ficarmos bem...", enfim meu amigo, o que posso te dizer que tambem to nessa linha contigo, meu andar tambem é perdido, volto, ando em circulos, me perco, penso muito nela tambem e assim vamos tocando nosso barco, totalmente à deriva...Quanto ao que voce disse hoje no Livro, eu sempre comento isso com a Paula Barros, se voce se sentiu dentro do que escrevi, tenha a certeza que foi escrito pra voce sim, o nosso objetivo é tocar o coração, e se tocou, maravilhsa...Passando ao lado esportivo da coisa, vamos amenizar, parece que estamos mais romanticos e sensiveis hoje, e pra nós, voce bem sabe disso, é perigosos demais...rs..rs...mas enfim, discordo de voce quando diz que seu Gremio foi eliminado injustamente...rs..rs...rs....fizemos 5 gols, tomamos 3, isso já dá 5x3, pelo regulamento, voces fizeram 1 no Mineirão, nós 2 no Olimpico...rs..rs..rs...bom, nem precisei do advogado, eu mesmo teci a defesa...rs..rs...rs...forte abraço amigo poeta, tenha um otimo dia, paz no coração e na alma, e a noite, não lhe custará nada torcer pelo Cruzeiro, sem magoas...rs..rs...rs...

rouxinol de Bernardim disse...

essa ansia de procura é sinal de saúde!

Cuidado com as gripes! dizem que a gripe de amor também se pega!...

Helô Müller disse...

Blue, que linda poesia!
Definitivamente vc tem andado nos premiando com seus versos de amor...
Pois é, o amor tem dessas coisas, ele se espalha no coração das pessoas, sem a menor cerimônia!rs
Beijinhos ainda que tardios!
Helô

Peggy disse...

onde?
em algum lugar!

Bj

john disse...

O pior de estar sempre nessa incerteza de estarmos na linha ou não, é que durante nossa busca pelo amor perdido
é que divagamos demais,
e divagar é sempre um caminho tortuoso
e nem sempre benéfico

PeggY disse...

...

pelo menos já é alguma coisa,

Blue!