sábado, 25 de julho de 2009

Marte



Estou de mudança para Marte
Talvez lá encontre a paz
Ou quem sabe a morte
Apenas não sei se sou capaz
De encontrar o caminho sozinho
Procuro alguém para estar ao meu lado
Para me acompanhar para o que der e vier
Apenas peço para compartilhar a alegria e a tristeza
Mesmo que chegando lá
A morte nos estiver a esperar!


Homens de Marte - Mágico

14 comentários:

Luciana P disse...

Muito reflexiva a sua poesia. Eu diria que soa como fuga, fuga de algo que não agrade, algo que soe funesto, pesado, nostálgico.
Talvez um novo caminho seja bem interessante, aliás, convidativo, eu diria.
Sempre é preciso ousar, e foi isso que entendi do seu poema. Seja para viver ou para morrer, que se experiemente algo novo, já que o espaço atual não está agradando.

Marte é uma ótima escolha!

Beijos marcianos!

Valdemir Reis disse...

Olá amigo.

Obrigado por sua gentileza. Parabéns pela excelente texto publicado, interessante. Aproveito para informar que em virtude do "MBA" o tempo ficou muito apertado em conjunto com as demais atividades que desenvolvo, mas qdo sobra um tempinho venho dividir com os amigos(as). Aproveito para compartilhar um pensamento de C. Coralina; "Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos,de solidariedade e amizade." Votos de muito sucesso, brilhe sempre! Tenha um ótimo e alegre fim de semana, muita paz e luz, fique com Deus, felicidades. Forte e fraterno abraço. Felicidades.

Valdemir Reis

Nany C. disse...

Lúgubre...
toca triste, como um fado...

"mesmo que chegando lá
a morte nos estiver a esperar!"

e nessa época de frio e chuva, os momentos se tornam assim mesmo... tristes e vazios...

(dá uma olhadinha pro teu lado... pros lugares onde vais...
quem sabe, não há por lá, quem te acompanhe nesse caminho?!
quem contigo vá e te faça voltar!!...rs)

Beijos no teu coração... e boas descobertas...rs

Giane disse...

E que esse inspirado astronauta e sua musa estrela, se encontrem e que seu Amor possa ser um universo sem fim...

Beijos mil!!!

Bela disse...

A vida é uma busca constante pela felicidade, seja no amor, sucesso ...
Quem sabe em Marte, talvez ... Ela aparece onde menos esperamos, outras vezes está sempre do nosso lado sem que nós nos apercebamos!

Katy disse...

Maybe....
Beijinhos.

Helô Müller disse...

Eu como boa ariana que sou, vim de Marte !! Se quiser uma mãozinha eu te levo até lá, mas nada de morte, vamos é viver a vida !!
Eu e o meu marciano poeta !!
Topas ? rs
Helô from Marte

VANUZA PANTALEÃO disse...

O compartilhar, talvez poucos, muito poucos saibam fazê-lo. Também acho que em Marte, mesmo enfrentando a morte, poderia ser melhor.
Obrigada, Blue!!!

Pâmela Rodrigues disse...

Marte deve ser um lugar incrível, pois qualquer lugar é incrível se estiver ao lado de alguém que o acompanhe como seu poema propõe.

Bjos, que bom que retribuiu a visita. Vou seguir você por aqui.
Bom domingo.

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta, nesses seus versos tristes me encontro tambem, nesse time posso ser o capitão, muitas vezes a coisa não anda como a gente quer, como a gente pinta, temos em nossas mentes a obra de arte, aquele quadro perfeito, mas a vida definitivamente não é cor de rosa como pintamos, o amor nos ensina isso, temos é que nos adaptar, encarar de frente, se tivermos de ira pra Marte, que seja, as vezes até pra Plutão, por ser mais longe do Sol, deva ser até mais inspirador, romantico, sensivel, louco, ou talvez até por seguirmos um caminho sozinhos, tambem ando nesse caminho, não sei se ele tem volta, se tem mão dupla, só sei que to nele e como disse muito bem Renato Russo, "...Não sei onde estou indo,só sei que não estou perdido, aprendi a viver um dia de cada vez...", e por ai a gente vai, não acredito que a morte seja o melhor caminho ou solução, ela encerra um ciclo, deixa saudades, dor, temos que pensar é justamente no contrario, viver, insistir, lutar, e mais uma vez cito Renato, "...Não me entrego sem lutar, tenho ainda coração, não aprendi a me render , que caia o inimigo então...", e voltando a falar da morte, ou melhor, encerrando esse assunto, desde que nascemos ela está a nossa espera, é nossa unica certeza, e sabe qual é a conclusão disso? Que ela se canse de esperar, que ela se dane pra lá, o negocio é viver e aceitar cada instante como um milagre que jamais poderá ser repetido...forte abraço, otima tarde de domingo e uma excelente semana...e se for pra Marte me chama, eu vou contigo, vamos fazer um dueto por lá, depois a gente volta...

Majoli disse...

Às vezes sinto essa vontade também, de me mudar pra um lugar distante e quem sabe assim ser feliz.

Não conhecia a melodia, procurei a letra pra acompanhar enquanto ouvia, e que linda que ela é.
Amei esse pedacinho:
"Eu me perco de mim mesmo quando penso em você"

Beijos

PeggY disse...

^^

heiiii, moço!!!
vai desistir da gente assim, é?
volta aqui, vamos soltar o verbo,
fazer piada e ser feliz!

anda! pega o disco na rebaba e volta
pra gente!!!

abraço
.

PeggY disse...

^^

Blue,

por mais escura que possa parecer a noite,
por mais difícil que possa
ser a estrada e por mais
e mais que possamos nos sentir
perdidos e sozinhos...


nada disso faz sentido!!


o amor entre um homem e uma mulher existe para nos conduzir à felicidade, não ao inferno!!!


para aquilo que não há remédio, Queirido, remediado está.


quem perde a oportunidade de receber o seu amor, é a outra parte, vc não perde coisa alguma.


e se vc não acreditar nisso,
se vc ousar a não abrir seus olhos e enxergar o mundo que te cerca...
aí, sim!!! como diz uma amiga minha: vai valer uma internação!!!

então manda este disco lá pra marte, sozinho!! desarruma sua bagagem, finca seus pés no chão e aprenda a olhar um passo a sua frente!!!!


só um, já é o suficiente.


abraço!!!

Luciana P disse...

Oi, Blue,
Passando só pra te desejar um ótimo finalzinho de domingo.
Saí o dia todo hoje.
Muuuuito frio por aqui.
Isso já está enfadonho.
Beijos pra amanhã!