sexta-feira, 31 de julho de 2009

Com tatos e afagos

Liguei o motor de minha nave
E comecei a viajar pelo espaço
E se alguém me ver passar no espaço sideral
Como uma lenta estrela cadente
Sou eu em meu Sputnik particular
Vasculhando os confins do Universo
A procura de alguém que queira receber
Meus contatos imediatos
Em forma de tatos e afagos
E se quiser deixar que meu disco voador
Pouse em seu quintal
Deixe apenas a chave do coração
Num lugar que eu possa facilmente achar
Saberei abrir esta porta com carinho
Entrarei sem machucar
Apenas pra viver na imensidão de um abraço
Tudo aquilo que uma vida a dois possa permitir
E não me importo onde isso for acontecer
Pode ser em qualquer Planeta
Mas claro que tenho minha preferência
Prefiro aqui na Terra
Pois é aqui que sei que isso pode se tornar real
Devo ainda dizer
Que viajo sem bolsa e sem documentos
Apenas ocupo minhas mãos
Para navegar na minha espaçonave
Pelas rotas imagináveis
Que me levarão até seu coração
Onde desvendarei outros mistérios...

15 comentários:

Mai disse...

Viagens, devaneios, deslocamentos e de quais espaços falamos? Falamos de nossos sonhos e mentes ou do espaço celeste ou das viagens feitas no tempo da memória e nos quintais de nossa infância?
Viagens no tempo e no espaço.
Viagens na órbita do tempo que foi ontem que é hoje e que projetamos nosso amanhã.

Abraços,

Mai

Anônimo disse...

^^

Sentada,
te esperando no meu quintal

sem bolsa de viagem, sem documento, sem lápis de olho, sem batom, sem documento, sem perfume...

de mãos abanando, livre, livre pra navegar...

e de planeta em planeta... conhecer outras galáxias...

em rotas imaginárias me deixar levar no seu disco voador...




Esta música tem um seNtido especial,
quase um sentido de vida,
eu diria...
um sentido necessário.



Um abraço.


TeresA

Dora disse...

Olá, mr. Blue! Fiquei alegre com teu poema. Não se se estou enganada, mas me parece um vislumbre, um início de mudança de "órbita"?! Um novo foco, talvez. Se for isso, é bom. Não faz bem viver apenas de vontades... Então, desejo sorte.
Cheiro grande e bom fim-de-semana, pessoazinha bonita^^

Princesa disse...

"Se os teus sonhos estiverem nas nuvens, não te preocupes, pois estão no lugar certo; agora começa construir os alicerces".

Bom fim de semana
beijinhos

Bela disse...

Se viajar pelo espaço for demasiado solitário, pode me chamar ... na esperança de acalmar a sua solidão.
Mesmo se não encontrar o amor, pode cultivar uma linda amizade, não?

Beijos de bom fim de semana

Luna Sanchez disse...

Quem disse que o céu é o limite, afinal? \o/

Beijos.

ℓυηα

Fabricante de Sonhos disse...

Nossa! Viajei junto com vc por suas palavras!
Tá encantador esse texto!
E eu bem deixo sua nave pousar no meu quintal, viu?

Um beijinho doce pra vc!!!

Katy disse...

Lindo demais....amo te ler...e meu deu uma vontade louca, de viajar contigo, pelo espaço...rsrs...
Ótimo final de semana!
Beijinhos.

Majoli disse...

Tem um lugarzinho aí no seu Sputinik pra me levar junto?...rsrs

Muito lindo seu jeito de escrever.
E amei o título que você escolheu.


Beijos e um bom final de semana.

Everson Russo disse...

É bom assim, pegar a nave, sem rumo, divagar pelo espaço pra encontrar o nosso espaço, com certeza em algum quintal ou jardim terá uma chave de um coração a te esperar, o amor é infinito é maior que o mundo e esta espalahdo por todo o universo, penso até que se possivel for nos escondermos em Marte ou Plutão, ele estará por lá a nos acompanhar, mais uma vez viagem total na sua poesia...forte abraço e otimo sabado...

Ariana disse...

Cara,
É sério...
Cada dia que passa, você está melhor...
Estou amando essas suas últimas poesias.
É uma viagem... gostosa, deliciosa, entre palavras e sonhos...
Ah, se pudéssemos simplesmente voar por aí, à procura de alguém que falasse a mesma língua e entoasse os mesmos versos, que tivesse o mesmo sorriso e as mesmas aspirações.

Viajei longe na sua poesia hoje.
E que música linda, viu.
Beijos, querido!
The best!

Guilherme Canedo disse...

Uma poesia cheia de viagens, ao verdadeiro estilo do Arnaldo Antunes!

A maior viagem que alguém pode ter é passar pelo recônditos espaços do amor seguro!

abraços

PQNA disse...

olas, passei para agradecer sua visita... e este meu blog é para expressar o que eu aprendi e to aprendendo...

lindo seus textos/poemas parabens.

Anna e Cesar disse...

Aqui conseguimos tbm viajar, pegar uma carona nesta espaçonave que divaga por ai, rumo a planetas não explorados em busca de algo que parece simples, mas de uma complexidade sem fim: a chave de um coração!
E o menino poeta cresce, evolue, busca novos horizontes, escrever novas histórias de amor que começam com essa busca. O que dizer além disso?! Sucesso, sucesso e sucesso, em todos os sentidos!
Tenha uma noite de sonhos lindos e um domingo de paz e alegrias.
Beijos em sua alma poeta, menino!

paula barros disse...

Fico feliz que essa poesia fale desse tipo de viagem. Uma viagem com ousadia e disposição de amar e ser amado, no real, onde se desvenda mistérios e se convive.

boa viagem!!!!