sábado, 4 de julho de 2009

Indo

Estou indo,
mas antes que me perguntes rindo,
direi,
pra onde não sei...

Muito gostaria de saber,
pois só assim,
e sei que sim,
passaria enfim a viver...

Talvez teria,
momentos de alegria.
Será que também chegaria,
alguém pra me acompanhar vestindo alegoria?

Vou partindo,
às terras bandeirantes estão longe.
Andando e sempre divagando,
encontro um jesuíta ou um monge?

Será que no céu,
lugar terei?
Viajarei sem meu chapéu,
pois minha cabeça não levarei!

E preciso procurar,
pois quero comer.
Tenho muita fome,
pelas maçãs do amor!

13 comentários:

paula barros disse...

Blue, você me fez rir...não vai levar a cabeça? Achei até bom, se passar por aqui, me avisa, que largo a minha em qualquer lugar e vou te seguindo...cabeça dá um trabalho.

Ei, mas como vai beijar sem cabeça? Beijo é tão bom.

Hummmmm maça caramelada do amor enfiada no pauzinho é bom demais!


beijos caramelados

Afrodite disse...

Que linda imagem... quando eu fiz aquele post sobre a maçã, procurei um monte por uma imagem legal e não encontrei... E você acho essa linda. SORTUDO!!!
Adorei a poesia... linda, leve e solta.

Beijos!
Bom sábado

Ah, aquele problema, acho que já está resolvido...

Mai disse...

Agradeço tua visita e digo-te que este espaço é encantador...Devires e no fluir, estamos nós, sendo e existindo... Amores e maçãs de amores...Também eu, por aqui, vou indo, rindo, chorando, sozinha e acompanhada porque somos sós e não estaremos na partilha das maçãs sejam doces ou verdes, serão mação mordidas nos devires das coisas e dos homens.
Abraços,

Everson Russo disse...

Poeta, essa foi uma sensacional viagem à declaração de amor, em que se vai não querendo ir, levando algo mas deixando algo muito maior, tentando colocar a bagagem completa, mas deixando um pedaço enorme do coração, um lugar no céu sempre terá quem ama de verdade, e quem tem esse amor a dar certamente se fartará das maçãs do amor, com toda certeza um dia meu amigo poeta, chegará para ti, na hora que menos esperar um carregamento delas, recem colhidas e ainda com o cheiro do orvalho da madrugada que tão sutilmente cultuou seu prazer....forte abraço, tenha um final de semana inspirador...

Dora disse...

Olá, Mr. Blue! Às vezes, a gente só se dá conta de que somos alegres quando o tempo passa. E nem sei se é caso de nostalgia simplesmente...
__________
E sobre o cheiro... aham... muita gente fica sem entender sim. Talvez o post não tenha sido tão esclarecedor. Só na prática é que dá pra entender melhor. Talvez...

Um cheiro grande e um bom-fim-de semana :D

Sandra disse...

Estou tão feliz em ver você de volta.
Estava com saudades.
Estou sem o pc,mas dei um jeito de vim até a casa do meu doce filho e responder todos os comentários recebidos.
Amigos são os nossos tesouros, nosso sol.
É bom ter vc. juntinho de nós novamente.
Seja bem vindo amigo.
Com carinho
Sandra

Palma da Mão disse...

Simplesmente uma delicia, eu diria algo agridoce até...mas meu amigo, quando uma leve brisa sentires no teu rosto, é um pouco de mim que te acompanha.
Beijinhos

Tetê disse...

Blue,

A imagem é linda!
Maçãs vermelhas, sugestivas de pecados...
Verde, ácida, como o fundo da alma de cada ser... que omitimos.

O poema?
Lindo!!

É muita sensibilidade contida dentro de simples palavras...

Teria sim, teria sido um desperdício não ter tido a chance de conhecê-lo.


Boa noite!

A.S. disse...

Blue...

Tal como tu, também é longo o meu caminho! Mas não desistas, a árvore onde amadurecem as maçãs do amor está bem próxima!


Beijos...

Bela disse...

E quem sabe no meio dessa aventura, nessa viagem, numa rua ou num caminho deserto você encontre o que procura.

Um beijo com um desejo de um lindo domingo

Everson Russo disse...

Um excelente domingo a ti amigo poeta, e uma semana cercada de amor e paz..abraços fraternos...

**£ú® disse...

Se não levar a cabeça, como vai comer as maçãs do amor ???... essa é prá pensar... tb necessita dacabeça.
Boa semana prá vc

Bj

Helô Müller disse...

Ah, Blue querido !
Sair, "sem eira nem beira", à caça das maçãs do amor e sem cabeça ainda por cima, será quase certo que elas é que virão ao seu encontro !! Quando deixamos de procurar e nos lançamos confiantes no universo, a felicidade é vem ao nosso encontro !
Beijos de maçã !
HelÔ