quarta-feira, 15 de abril de 2009

Amor constante


Amor constante tenho por ti
Pois mesmo distante
Estás sempre presente
Pois qualquer coisa que eu olhe
Acabo sempre te vendo.

És uma flor de inigualável perfume
Um colorido perfeito que apenas
Embeleza mais teu sorriso.
Difícil eu tentar explicar
Este meu jeito louco de te amar.
Raios de sol
Gotas de luar
Pingos de chuva
Brisa suave de um vendaval
És luz que me conduz...

6 comentários:

Seline disse...

Tão linda e doce esta declaração de amor :)
Beijo

paula barros disse...

Que esse amor seja mantido enquanto lhe fizer bem.

abraços

Dora disse...

"Difícil eu tentar explicar
Este meu jeito louco de te amar."


E quem disse que nas coisas do coração, o juízo se faz muito presente, hein?!
Um cheiro.
:]

Anna e Cesar disse...

Ah menino poeta, esse inexplicável amor sem fim, que nos leva do paraíso ao inferno em milésimos de segundos... da alegria a tristeza, do sorriso a lágrima, mas... é ele que nos mantêm vivos e esperando que o amanhã seja sempre melhor...
Lindo, lindo, maravilhoso poema!
Linda noite, excelente restinho de semana a vc. Que as madrugadas lhe tragam sempre inspirações maravilhosas como esta!

Everson Russo disse...

Exatamente assim que me sinto, ou me sentia, as vezes me perco nisso, mas o verdadeiro amor é esse que voce narra meu amigo poeta, é uma amor eterno e verdadeiro,forte e intenso e por mais adversidades que ele encontre pelo caminho,mais forte e imbativel ele fica, já te falei isso e repito, escrevemos de uma forma muito parecida, existe uma sintonia em versos incrivel, voce tocou nesse assunto no comentario de ontem e hoje eu te digo, vc falou de uma "flor de inigualavel perfume" e eu falei da "menina do jardim", muito louco isso...uma perguntinha, se não quiser responder fique a vontade é claro, ou se quiser por email tambem vale, ela se chama Marcia? a minha se chama...pergunto isso por incriveis coincidencias, só me falta mais essa..rs..rs..forte abraço amigo, belissima imagem, tenha uma quinta feira de inspiração e paz...

Luciana disse...

Luz que me conduz... bonito isso, mas fico aqui a pensar... e se ela gostar de escuro??? hahahahaha, é só uma brincadeirinha...