quinta-feira, 30 de abril de 2009

Cheiro

Em cada lado
Em cada canto
Encontro teu cheiro.

Em um fio de cabelo
Que está no travesseiro
Encontro teu cheiro.

Em cada curva
Do teu belo corpo
Encontro teu cheiro.

Impregnado
Na minha’alma
Teu cheiro ainda está...

6 comentários:

Palma da Mão disse...

O cheiro...como condutor de desejo...como impulsionador de vontade...
Ficou lindo
Beijinhos
Liliana

Everson Russo disse...

É como uma tatuagem, uma vez a gente distinguiu esse cheiro dos demais, nos embriagamos nele,jamais ele saira do nosso sentido...linda poesia amigo...forte abraço e otimo feriadao....

Fabricante de Sonhos disse...

Cheiro que traz lembranças...
Cheiros que despertam vontades...
Cheiros que nos levam a outros lugares...
Cheiro que seduz...
Cheiro de amor...

Lindo o seu texto. Empreguinou esse cheiro bom em mim.

Tenha um ótimo final de semana e fique com uma beijoka minha!

Fabricante...

paula barros disse...

Você escreve de uma forma tão especial que já estou achando que felizes aqueles que tem um cheiro para sentir, uma lembrança para lembrar, uma foto para olhar...só quem viveu, bem vivido, penso, tem tão boas lembranças.

abraços especiais.

Luciana disse...

O cheiro é mágico, tem que ser aquele: inconfundível, acolhedor, embriagante, como disse o Everson...
Bom feriado, poeta!
Beijos!

Helô Müller disse...

Ahhh, os cheiros ! Como nos marcam os cheiros do amor, os cheiros daquele perfume ...
Tudo nos deixam rastros quando amamos !!
Beijos perfumados !
Helô