domingo, 19 de abril de 2009

Brilho da Estrela

Hoje não ando mais
Apenas me arrasto
Já não divago
Pois já estou é muito gago.

Me falta aquela força
Que eu buscava na minha Estrela brilhante
Que agora reluz talvez com muita graça
Em outro céu e daqui muito distante.

Se agora vivo apenas a escrever
O que meu pobre coração um dia sentiu
Foi por eu acreditar e agora saber
Que tudo isso um dia foi um louco sonho que simplesmente sumiu.

Ficou a certeza que a minha Estrela faz falta
Pois era minha inspiração
Mas ela há de pensar na falha
Que há agora em meu coração.

Mas Deus há de me dar nova vida
Pois com certeza Ele sabe tudo o que se passa
E como confio na sua Palavra
Continuo olhando o céu esperando encontrar o brilho da Estrela.

3 comentários:

Everson Russo disse...

É aquela velha frase, mire seus sonhos na lua porque se voce errar ao menos vai estar entre as estrelas, e o bom disso, de se inspirar em uma estrela é que ela estará sempre brilhando, mesmo que distante, e nesse brilho estará o alimento do coraçao e da poesia, lindo poema amigo, amor, puro amor...forte abraço e otimo domongo pra trazer uma excelente semana...

Luciana disse...

E enquanto vc escreve, o tempo está passando...

paula barros disse...

Oi, Blue

Poéticamente lindo, sentimentalmente triste, um sonho que sumiu, uma estrela que não brilha.

Queria ter um luz para acender essa estrela e ver os poema brilhando.

Você é uma pessoa que parece que conheço a muito tempo. Isso é bom.

abraços